quarta-feira, 5 de junho de 2013

É de Comer?


A alimentação vegetariana é muito mais fácil do que parece. Ao contrário do que muitos pensam, não comemos somente alface. Na verdade, os vegetarianos costumam comer uma variedade muito maior de alimentos dos que as pessoas que comem carne.
Isso acontece porque é uma "dieta" feita à base de substituições. Contém menos gordura saturada, menos colesterol e diminui a incidência de problemas cardiovasculares e diabetes.

Foto: Toca da Cotia
Listei abaixo os alimentos mais populares entre os vegetarianos e seus valores nutricionais. Antes de me tornar vegetariana nunca havia provado alguns deles e outros nem tinha ouvido falar. O que mais gostei foi o fato de que eles substituem facilmente os produtos de origem animal. Com o tempo postarei também receitas com esses alimentos.

Quinoa ou Quinua Real: possui um alto poder nutritivo, baixo teor de colesterol e grande quantidade de vitaminas e minerais e sem presença de glúten: vitaminas B1, B2, B3, C, E, magnésio, potássio, cálcio, fósforo, ferro, fibras, zinco e manganês.
Confira aqui a receita de quinoa refogada!

Castanhas: são compostas de gordura saudável, que são responsáveis pela diminuição do colesterol ruim (LDL) e aumento do HDL, colesterol bom: selênio, vitamina E, ácido fólico, cálcio, fósforo, magnésio e ácido graxo ômega 3.
*Recomendado pequena quantidade por dia por ser calórica.

Nozes: possui antioxidantes ajudando na prevenção de doenças crônicas degenerativas: vitaminas A, C, E, potássio e ômega 3.

Amêndoas: contribui na redução dos radicais livres, ajuda na circulação, colesterol e tonifica o sistema nervoso: ácido fólico, niacina, potássio, vitamina E, magnésio, fósforo, gorduras monoinsaturadas e proteínas.

Soja: rica em proteínas, seu óleo quando consumido combate doenças de pele e prisão de ventre. Considerada um alimento completo pois possui os aminoácidos essenciais: vitaminas A, B1, B2, C, PP e K, magnésio, fósforo, enxofre, gordura e hidratos de carbono.

Shimeji: Cogumelo comestível de origem asiática, esse alimento é muito popular e fácil de ser preparado. Com alto teor nutritivo, possui baixo teor de gorduras e estimula o sistema imunológico, sendo aliado em tratamentos ao combate de doenças como hepatite, câncer, lúpus, aids, etc.: vitaminas B1 e B2, rico em proteínas, sais minerais, ferro, cálcio e fibras.
Confira aqui uma receita rápida e fácil.

Tempeh: produto derivado da soja, possui alto valor nutricional, sem gorduras saturadas e colesterol. Substitui tranquilamente as proteínas animais, assim como a própria soja.

Cereais: de preferências integrais e todos ricos em diferentes nutrientes: arroz, arroz selvagem, trigo-sarraceno, trio kamut, gérmen de trigo, aveia, cevada, milho, milho painço, bulgur, amaranto ou quinoa e polenta.

Tofu: feito com leite de soja, não tem colesterol e apresenta baixa concentração de gorduras saturadas e calorias. Previne também uma série de problemas cardiovasculares e ajuda as mulheres na menopausa e com a osteoporose: vitaminas E, B, potássio, ferro, magnésio, fósforo e zinco.

Lichia: fonte de nutrientes que atuam no sistema nervoso e circulatório, possui outros componentes que auxiliam no combate ao câncer: ferro, cálcio, fósforo, gorduras, carboidratos, vitaminas do complexo B e vitamina C.

Seitan: conhecido como a "carne de glúten", é rico em proteínas, fibras e sais minerais.

Leguminosas: composta por grãos como os feijões (preto, carioca e branco), grão de bico, ervilha, lentilha, fava, tremoço e soja. São ricas em carboidratos e proteínas.


Fonte:
Toca da Cotia (foto)