sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Grávida e Vegana

Muitas pessoas ficam preocupadas com a alimentação durante a gravidez, principalmente as veganas. O problema é que médicos acabam dizendo que elas precisam de carne senão prejudicará o bebê e isso causa um certo nervosismo entre as mulheres. O ideal é procurar um nutricionista especializado em alimentação vegetariana que saberá do que a gestante realmente precisa.

"As mulheres que seguem dietas veganas não apenas têm gravidez saudáveis, elas muitas vezes são mais saudáveis do que as mães que comem carne". Susan Levin, nutricionista da PCRM.

Durante a gravidez, a alimentação deve ser muito completa para que não haja deficiência nas vitaminas. A B12, por exemplo, é uma que deve sempre ser controlada e isso vale para vegetarianos e não vegetarianos.

Foto: Getty Image
"A vitamina B12 é produzida por bactérias. Com um estilo de vida moderno, o nosso consumo dessas bactérias foi drasticamente reduzido, o que é ótimo, pois com isso, deixamos de consumir também as bactérias que podem causar doenças. Por esse motivo, para contrapormos um problema causado pela modernidade, uma solução igualmente moderna é necessária e essa solução é a suplementação da vitamina." Dr. George Guimarães, nutricionista especializado em dietas vegetarianas.

O cálcio, ômega 3, ácido fólico e vitamina D também são importantíssimos durante toda a sua vida, mas principalmente na gestação e amamentação de todas as grávidas. Previnem a anemia, protegem contra inflamações e regulam a coagulação sanguínea e o metabolismo das gorduras. Um tempo atrás fiz um post sobre alguns alimentos essenciais na vida de um vegetariano e seus respectivos valores nutricionais. Servem de base para a sua alimentação e novas ideias para o cardápio. Clique aqui para acessá-lo. 

"Estudos científicos concluíram que não há diferenças significativas de saúde entre os filhos de vegetarianos e de mulheres que consomem alimentos de origem animal."Paula Gandin, nutricionista especializada em alimentação vegetariana.

Portanto lembre-se: acompanhamento médico, suplementação e dieta saudável! Espero que tenha ajudado um pouco e deixado as futuras mamães mais tranquilas!